Objota O mundo orientado a objetos

Hello World em Python – O seu primeiro programa em Python

Posted on novembro 12, 2011

A idéia em mainstream de hoje é apresentar o Python e fazer você, caro leitor, gostar de Python.

Para que você veja o porquê Python é considerada uma linguagem de altíssimo nível, este termo é utilizado para as novas linguagens que estão surgindo que tem como filosofia reduzir o esforço do programador para conseguir 1 resultado, antes de ver o Hello World em Python vamos ver em outras linguagens, mais especificamente em C++ e Java.

Hello World em C++
#include <iostream>
<pre>int main()
{
    std::cout << "Hello World!" << std::endl;
    return 0;
}

Hello World em Java

public class Hello {
    public static void main(String[] args) {
        System.out.println("Hello, world!");
    }
}

Antes de passar e mostrar como ficaria um Hello World em Python, verifique se ele ja está instalado e configurado em seu computador. Em computadores com sistemas operacionais Linux ou MAC OSX, o Python vem instalado como padrão, caso você utilize Windows entre no site http://python.org e faça o download da versão 2.7.2 do Python para seu sistema operacional. Caso esteja instalando no Windows não esqueça de colocar a pasta X:\Python27 nas variáveis de ambiente. Com o Python ja instalado, entre no Terminal (CMD no Windows) e digite python, abrirá uma linha de comando nova ai, esse você acabou de inicializar o interpretador do python em modo interativo. Com o compilador aberto vamos nos divertir, digite os códigos abaixo:

print "Hello World"

Pronto acabou! O que você achou? Essa é a filosofia do Python, falando nisso, aproveita que o interpretador está aberto e digite

import this

Este é o Zen do Python, que estou me atrevendo a colocar aqui uma tradução livre.

Bonito é melhor que feio.
Explícito é melhor que implícito.
Simples é melhor que complexo.
Complexo é melhor que complicado.
Linear é melhor do que aninhado.
Esparso é melhor que denso.
Legibilidade conta.
Casos especiais não são especiais o bastante para quebrar as regras.
Ainda que praticidade vença a pureza.
Erros nunca devem passar silenciosamente.
A menos que sejam explicitamente silenciados.
Diante da ambigüidade, recuse a tentação de adivinhar.
Deveria haver um — e preferencialmente só um — modo óbvio para fazer algo.
Embora esse modo possa não ser óbvio a princípio a menos que você seja holandês.
Agora é melhor que nunca.
Embora nunca freqüentemente seja melhor que *já*.
Se a implementação é difícil de explicar, é uma má idéia.
Se a implementação é fácil de explicar, pode ser uma boa idéia.
Namespaces é uma grande idéia — vamos ter mais dessas!
Espero que essas informações tenham sido úteis, continuem acompanhando os nossos posts sobre Python.

Posted by Eder Freire

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Simples, objetivo e prático. Obrigada!


Leave a comment

Sem trackbacks